segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Poetas pelo amor



Ele: Quer namorar comigo?
Ela: Respondi que não.
Ele: Meu coração disparou.
Ela: Fiquei surpresa com a proposta.
Ele: E eu sem graça com o seu NÃO.
Ela: Não esperava tal pergunta.
Ele: E eu a sua resposta.
Ela: Te achei precipitado.
Ele: Eu gelei.
Ela: Ainda não era a hora.
Ele: Mas depois você disse SIM.
Ela: E você achou graça
Ele: Fiquei feliz.
Ela: Te dei um beijo.
Ele: Eu um abraço.
Ela: Essa conversa dá um poema.


Ele sorriu.


Por Lorena Morais

12 comentários:

disse...

Aiii ke bunitinhu! =)

Marília Marques disse...

Como sempre....Fazendo dos detalhes, poesia!


Ena é d+!!!


:D

beijooOs!

Cristiano Contreiras disse...

Simplicidades sentimentais do cotidiano, adoro!

Teórico disse...

É que esse tipo de pergunta não se faz, se sente pela atmosfera...

Gostei.

Beijo

Macaires disse...

O amor dá muitos poemas!
Beijo!

Heloísa Vilela disse...

"Quer namorar comigo" é uma das perguntas mais desconcertantes que pode ser feita.

Fatima disse...

Que gracinha!
E o desenho? Muito fofo!
Bjs.

Thiago Maia disse...

kkkkkkkkkkk
malvado nada

=p

bem ai?
beijos

Denise do Egito disse...

Lorena
Esse poema ficou uma graça. Diálogos amorosos são sempre fonte de muita poesia, né?
O livro Perdas e Ganhos é maravilhoso! Li na época do lançamento e até presenteei duas amigas com ele. Excelente escolha!
Vim aqui pessoalmente agradecer o comentário carinhoso que vc deixou no Papo Calcinha. E aproveitei pra vir aqui e te seguir.rsrsrs
Um beijo e boa semana

Priscila Rôde disse...

Ficou belo o poema, tão natural! rs
Adorei o seu "tempero do momento", estou pra ler - ansiosa.

Um beijo.

[ rod ] ® disse...

Perguntas dessas surpreendem o coração... fazem um bem a alma... bjs moça.

Larissa Bohnenberger disse...

E dá mesmo. Um lindo poema.
Beijos!

Related Posts with Thumbnails