quarta-feira, 22 de abril de 2009

Plantai e colhei

"Acreditar no tempo é colher jardins." (João de Moraes Filho)


Escolha o terreno. Esse será o seu maior objetivo - espaço onde plantará todas as suas metas. É preciso certeza na escolha, pois dentre todo o processo esse te seguirás até o final da jornada.
Escolhido o terreno, selecione as sementes que serão o seu plano de metas. Os equipamentos de manuseio serão utilizados pela sua inteligência e capacidade de produzir o que sua mente esboçou. Algumas pessoas aparecerão para poder lhe ajudar; e muitos aparecerão para observar como será sua plantação - por cobiça, inveja ou apenas por curiosidade.
No processo de plantação você tem de arar a terra, colocar cada plano na sua distância correta, assim como a real quantidade de sementes. Pronto, plantio realizado! A parte mais difícil agora será manter a plantação. Encontrarás vários empecilhos: chuva em abundância, estiagem, pragas, formigas - pessoas que tentarão devorar suas metas - e outros insetos, o mal olhado e os carcarás que ficarão na avidez. É aconcelhável que o espantalho seja apenas você. Ou confiarás sua plantação a outros olhos? Talvez passe pela sua cabeça contar com a ajuda de fertilizantes para adiantar o processo, mas recuse tudo aquilo que não seja natural.
Vais esperar muito. Pensarás em desistir, pois haverá desistímulos, deboche, descrença, insegurança e tempestades. Mas como Marcelo Camelo diz que "Tudo Passa"; enfim chegará o dia da colheita. Convidarás alguns e poucos serão os que vem ao seu auxílio. Porém, quando derramar sua colheita aos olhos alheios, todos se surpreenderão. E passarão a não mais enxergar uma pessoa recatada e incapaz, mas uma corajosa e ousada.
Haverá invejosos, curiosos e muitos que duvidarão de você; mas tu saberás mais do que ninguém o quanto poderás emanar; ou seja, és aquilo que acreditas. Trace seu plano de metas, plante, passe por cima de todos os obstáculos, vença e boa colheita!
Por Lorena Morais
Créditos da fotografia: Sandrine Souza

9 comentários:

Iza disse...

Valeeu a pena esperar!
Lindo e contrutivo texto.
Coragem e ousadia!
Estávamos falando sobre a primeira ontem mesmo.
Confie em si e só isso.

Você sabe do meu amor por você.
Parabéns, Pai.

;*

meus instantes e momentos disse...

ótimo texto, parabens pelo teu blog. Gostei daqui,
Tenha um feliz final de semana.
Maurizio

Junior disse...

amei este texto! sempre admiro quem consegui uma metafora extendida, pois sou terrivel nisso. depois vou ler outros posts do seu blog, e quando tiver tempo vou ver os q vc me indicou no meu blog!

bjs linda
-Jr

Eu amo a E.Y. disse...

Muito bom esse texto. Foi exatamente o que eu não fiz (ou fiz muito mal) até hoje, e justamente por isso, como diz o ditado, estou colhendo o que plantei (ou melhor, o que não plantei).

Muito legal o seu blog.

Beijos!

Rα i sα ~ disse...

E, no fim, diante de sua safra de grãos - ou mesmo antes, só você e seu vasto campo fértil a germinar - por que se importar em como as pessoas te enxergam? Se incapaz ou ousada, tanto faz, 'no fim é só você contra você mesma'. Dane-se a visão e o ângulo alheio. Ou confiarás sua plantação a outros olhos? Vença e boa colheita, Loly :*

Fernanda disse...

Ótimo texto!
Para uma pré-vestibulanda, como eu, esse texto é motivador.


:*

Lucas disse...

Vou devora-lá sim. Com boas mordidas!

:)

Valeu a visitinha.
Não ia publicar o Pequenas Perdas aqui?

:)

Alec Saramago disse...

Uma visita inusitada... Mas os poetas se encontram nos vãos do caminho, eles se atraem no enigma das palavras.
Agradeço por ter passado no meu blog. Agora sou teu humilde seguidor. Beijos!

. disse...

Menina, você tem uma ingenuidade com as letras, um contato que eu reconheço em mim. Obrigado pela visita no meu empoeirado blog.
Meu irmão tem razão, você é das boas, é da família.

Beijinho

Related Posts with Thumbnails